Resenha::: Magnus Rosén ::: The World Changes

Publicado em 26 set 2016

promo-magnuspt2Magnus Rosén –  The World Changes

Gravadora: Furia Music Records

Nota: 8,5

Por: Flávio Santiago

The World Changes é o mais novo trabalho de Magnus Rosén, ex baixista da banda Hammerfall e atual baixista da banda brasileira Shadowside, ao contrário do que muitos podem esperar este trabalho destoa completamente do estilo em que Magnus ficou conhecido , o metal, The World Changes mostra uma faceta pouco conhecida do musico que transita sem problema algum entre a música clássica, erudita com pitadas de metal, ou seja, algo inovador e que pode pegar alguns fãs desavisados .

Com um ar mais introspectivo e focado em composições instrumentais que hora beiram melancolia, hora climas medievais e momentos alegres esse trabalho nos oferece uma gama de sensações ao decorrer das 10 faixas que compõe o album.

Dentre as faixas, destaco a que intitula o álbum : “The World Changes”,  “Badinerie / J.S Bach é a mais agitada do álbum. Se trata de uma versão para o 7º movimento da Suíte Nº 2 em sí menor das 4 Suítes de Johann Sebastian Bach, (The Four Orchestral Suites). “Badinerie” conta com a primeira participação da bateria no disco, desempenhada por ninguém menos que o ex-colega de Magnus no Hammerfall, Anders Johansson e “The Castle Of Imagination” que encerra o álbum em grande estilo com a participação de Tony Martin (Ex – Black Sabbath)

Este trabalho propicia aos fãs do musico uma viagem a novas sonoridades, novas texturas de sons e possibilidades que vão alem do rock, embora um projeto experimental um trabalho agradável  de se ouvir.