Flávio Venturini realiza show inédito no Teatro J. Safra

Publicado em 17 jan 2017

fvAo estilo pop romântico, Flávio Venturini, um dos principais cantores, compositores e instrumentistas do País com grande sucesso nos anos 80 e 90, sobe ao palco do Teatro J. Safra, nos dias 20 e 21 de janeiro. O cantor mineiro apresentará ao público o lançamento do projeto: “Paisagens Sonoras” – show com temas instrumentais e novos arranjos para canções que foram eternizadascomo “Todo azul do mar”, “Noites com Sol”, “Pierrot”, e versões em inglês para o hit “Nascente” e em italiano para “Céu de Santo Amaro”. Além disso, o show terá participação especial do tenor argentino Martín Fernandez, compositor naturalizado brasileiro desde 1990 e premiado como melhor interprete pelo júri popular no Maracanto (Festival Maranhense de Canto Lírico).

Milton Nascimento, Caetano Veloso, Nana Caymmi, Ivan Lins, Renato Russo, Ed Motta, Guinga, André Mehmari, Leila Pinheiro, Ney Matogrosso, Alcione, João Bosco e Jorge Vercillo são alguns dos artistas da MPB que já interpretaram composições de Flávio Venturini e mostraram assim a sua força de melodista e versatilidade como compositor.

Em sua trajetória como cantor, pianista e arranjador, Venturini vendeu mais de 1 milhão de cópias em 25 álbuns, com inúmeras músicas emplacadas para o teatro, cinema e TV.

Sobre Flávio Venturini

Depois de ter conquistado reconhecimento nas Minas do Clube da Esquina, com passagem como cantor, compositor e tecladista por bandas como O Terço e 14 Bis, Flávio iniciou sua carreira solo com o álbum “Nascente”, em 1981. O disco o revelou como intérprete e autor apurado, a partir da faixa-título, gravada anteriormente por Milton Nascimento, e das clássicas “Espanhola” e “Princesa”.

Ao longo dos anos 80 e 90, se consagrou com um dos grandes hitmakers brasileiros em álbuns como “Andarilho de Luz” (1984), “Cidade Veloz” (1990), “Noites com Sol” (1994), “Beija-Flor” (1996) e “Trem Azul” (1998). Além das melodias e harmonias elaboradas, sua marca é o canto suave e o lirismo contundente num universo de canções irresistíveis.

Sobre Martín Fernandez

O tenor argentino naturalizado brasileiro Martín Fernández começou seus estudos de canto aos trinta anos, no Centro Universitário do Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro. Formou-se em 2010, e neste mesmo ano, estreou na Sala Cecília Meireles como solista no Réquiem K626 em Ré menor, de Mozart. Em um curto período de tempo, Martín conseguiu se inserir no meio lírico, destacando-se como uma voz excepcional.

Em 2012, participou do quadro Estilos do programa Tudo é Possível com Ana Hickmann da Rede Record. Já, em 2014, integrou a ópera Amelia al ballo pelo 1o VOE, direção Lívia Sabag e lançou seu primeiro CD com canções e árias de ópera.

No ano de 2015, gravou trilha sonora para a novela Sete Vidas, da Rede Globo. Recentemente, participou das gravações do filme Os Penetras 2, com estreia prevista para janeiro de 2017 e, em parceria com Flávio Venturini, Martín fez uma participação no show do SESC Palladium, em Belo Horizonte, e na primeira apresentação do cantor brasileiro na Argentina.

Ficha Técnica:Autoria: Flávio Venturini Direção Geral e Produção Musical: Flávio Venturini e Banda Músicos: Flávio Venturini (vocal) Christiano Caldas (teclados) Eneias Xavier (baixo) André Godoi (bateria) Augusto Rennó (guitarra)

SERVIÇO

 

Flávio Venturini – Paisagens Sonoras

Data: 20 (sexta) e 21 (sábado) de janeiro.

Horário: Sexta e Sábado, às 21h30.

Duração: 90 minutos

Classificação: Livre

Valores

Plateia PREMIUM:R$150,00

Platéia VIP: R$ 100,00

Mezanino:R$ 60,00

Mezanino com visão parcial:R$ 50,00

 

Teatro J. Safra

Endereço: Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo – SP

Telefone: (11) 3611-3042

Abertura da Casa: 2 horas antes de cada horário de espetáculo, com serviço de lounge-bar no saguão do Teatro.

Acesso para deficientes físicos

Capacidade da casa: 627 lugares

Acessibilidade para deficiente físico

Wifi