ONSTAGE - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com

ENTREVISTA ::: DAUGHTERS
Postado em 07 de maio de 2019 @ 23:35 | 327 views


Em sua primeira passagem pelo Brasil  a banda de noise rock Daughters faz show único no Brasil neste domingo no Fabrique Club em São Paulo, batemos um papo com o baterista Jon Syverson que fala sobre o novo álbum após um hiato de 8 anos, histórias de turnês e claro, sobre o show no Brasil

Confira a íntegra abaixo:

Por: Flavio Santiago

Como se sentem sobre o novo álbum e como foram os shows até agora?
Estamos muito felizes o resultado deste novo álbum e tudo o que o envolveu e os shows tem sido incríveis até agora

 

Como vocês lidam com a recepção do público? Vocês lêem comentários de seu álbum, por exemplo?
É sempre interessante ver como as pessoas reagem a algo que você cria, embora pessoalmente eu não gaste muito tempo à procura de reviews. Eu sou grato por quem demanda parte de seu tempo para ouvir sobre algo que fizemos embora não necessitamos de feedback positivo seja lá de quem for para justificar os nossos esforços.

Em sua concepção vocês preferem tocar em lugares maiores ou em lugares menores?
Ficamos felizes em tocar sejam eles locais pequenos ou grandes, desde que a situação esteja certa. Independentemente do tamanho do local, acho que todos os artistas têm a responsabilidade de compreender a ética e princípios de qualquer local, promotor ou evento com que eles alinham-se.

Qual foi a coisa mais louca que aconteceu com vocês em uma turnê?
Nós batemos nossa van, fomos assaltados e perdemos nosso dinheiro e equipamentos, tínhamos vários ferimentos e fomos ao hospital. Mas para ser honesto, tudo isso parece bastante normal para qualquer banda que passa anos na estrada.
Minha história pessoal de turnê mais louca não foi com o Daughters, em 2011, enquanto estávamos em hiato com o Daughters , eu estava em turnê com outro grupo no Japão quando aconteceu o terremoto e o tsunami. Essa experiência foi a mais difícil com certeza.

O que vocês tem ouvido ultimamente e o que acham da atual cena musical?
Recentemente tivemos a sorte de estar em turnê com : Lingua Ignota, Street Sects, Jaye Jayle, Dalek, Hide, Odonis Odonis, Wolf Eyes só pra citar alguns nomes, em minha opinião a cena underground esta bem e muito viva.

A sonoridade do Daughters mudou significantemente desde que lançaram “ Canada Songs”, a mudança de sonoridade é reflexo do publico que freqüenta seus shows? Além da performance em palco houve alguma diferença perceptível na atmosfera e energia de álbum para álbum?
Eu conheci pessoas que só estão interessadas em um determinado registro mas também conheci pessoas que gostam de cada registro que lançamos e como temos evoluído e progredindo como banda. Ao vivo, há uma energia distinta e vibração durante que amarra tudo independentemente do álbum.
Essa será a primeira vez que o Daughters virão para o Brasil, o que os fãs podem esperar sobre o show
Estamos muito felizes e empolgados em tocar no Brasil , vejo vocês por lá!!!

 

Serviço:

 Balaclava apresenta: Daughters (EUA) em São Paulo

abertura: Odradek

12 de maio – domingo

abertura da casa: 18h00

primeiro lote:

1o Lote Meia/Solidário*: R$ 70

*Meia entrada com comprovante ou doação de 1kg de alimento não-perecível

1o Lote Inteira: R$ 140

vendas online: www.sympla.com.br

Fabrique Club

Rua Barra Funda, 1075 – Barra Funda – São Paulo/SP

Capacidade: 1000 pessoas

Classificação etária: 16 anos.

Possui área de fumantes e acesso a pessoas com deficiência

 

Entrevistas · Notícias



Deixe seu comentário / Leave your comment





1 User Online
 
ONSTAGE - Official Website - All Rights Reserved 2017