ONSTAGE - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com

IMMOLATION ::: 29/04/18 :::FABRIQUE CLUB / SP
Postado em 16 de maio de 2018 @ 11:30 | 251 views


A banda estadunidense de death metal, Immolation, esteve em São Paulo em turnê de seu último trabalho, “Atonement”. O show foi realizado pela excelente Tumba Produções em um evento extremamente organizado e pontual.

Às 18hrs, os bolivianos do Corporal Jigsore subiram ao palco surpreendendo muitos fãs de death metal presentes. A banda, formada em 2005, conta com Julio Toro (guitarra), Rotten (baixo e vocais) e a excelente baterista Adriana Pinaya. O dia ainda estava claro e talvez por ser um domingo, tão cedo, a casa ainda não estivesse cheia. O que foi uma pena, pois pela qualidade, a banda merecia mais público, mas quem não chegou cedo, perdeu um espetáculo de técnica e porrada sonora. Uma música mais potente do que a outra. E a bateria de Pinaya, sempre presente, ditava o ritmo incansável dessa banda, que, ainda desconhecida de uma grande parte do público brasileiro, deu um show de peso e conseguiu conquistar vários fãs naquela ocasião. A música “DarkSupremacy” de seu último álbum, “UnleashingthePestilence” foi um grande destaque.

CORPORAL JIGSORE

Infernal Domain
Salve Muerte
Bleeding Earth
Unleashing The Pestilence
Manufactured Apocalypse
La Via Dei Serpenti
Dark Supremacy

Às 19hrs em ponto, e, com a casa bem mais cheia,chegou a vez dos músicos do Mystifier, banda de Slavador, formada m 1989, subir ao palco. Para o público de música extrema, eles dispensam apresentações, pois são guerreiros experientes e muito presentes na cena underground nacional. Beelzeebubth (guitarra), Eduardo “Warmonger” Amorim (bateira) e Diego DoUrden (baixo teclado e vocais) são a última formação da banda que assinou recentemente um contrato com o renomado selo europeu “SeasonsofMist”.

O show foium ritual amaldiçoado e intenso. Eles começaram com “UnspeakableDementia”, “GivetheHumanDevil His Due” e já mandaram logo o hino “OsculumObscenum”. Como não poderia ser diferente, teve a excelente “AnElizabethanDevil-Worshipper’sPrayer Book” que todos que conhecem a banda querem ouvir ao vivo. O público ficou muito impressionado com a técnica e habilidade dos músicos, principalmente do vocal, um multi-instrumentalista que se entrega totalmente ao ritual no palco. Os músicos agradeceram a presença e o apoio de todos, inclusive a presença de tantos músicos que compareceram em peso para prestigiar o evento. Algumas das ilustres presenças eram João Gordo do Ratos de Porão e Amílcar Cristófaro do Torture Squad, que aliás, é grande amigo dos bolivianos do Corporal Jigsore. Eles encerraram com a maldição “Belzebub”.

MYSTIFIER

Unspeakable Dementia (Utter Nonsense)
Give the Human Devil His Due
Osculum Obscenum
An Elizabethan Devil-Worshipper’s Prayer Book
Aleister Crowley
The Realm of Antichristus
The True Story About the Doctor Faust’s Pact With Mephistopheles
(nova canção)
Beelzebub

Às 20hrs, o Fabrique já estava lotado para receber o quarteto americano. A maioria dos fãs presentes naquele domingo eram também músicos e todos, sem exceção, ficaram em êxtase com a aula de death metal proporcionada pelos músicos do Immolation. A presença de palco, a técnica, agilidade, rapidez e dedicação com a qual eles tocam é muito superior à maioria das ouras bandas de death metal. Eu só havia sentido algo parecido com isso no show do Deicide. Definitivamente foi um show de death metalacima da média.

O guitarrista Robert Vigna foi grande responsável por este espetáculo extraordinário. Seus riffs e estilo único de empunhar a guitarra com tamanha intensidade e entrega impressionam. A bateria de Steve Shalatytambém marcou forte presença durante o show, juntamente com a guitarra afiada de Alex Bouks. O show foi intenso e rápido como era de se esperar. O vocalista Ross Dolan só parava alguns segundos para pedir que os fãs fizessem mais barulho e logo continuava a levantar o público com seu vocal característico.

Não teve música que não fosse potente e brutal, mas em “Swarmof Terror”, teve uma roda maravilhosa. E eles já emendaram com “MajestyandDecay”, “OnceOrdained” e a roda foi ficando cada vez mais brutal e Ross Dolan pediu barulho. No que foi prontamente atendido. Robert Vigna também conduzia o público a participar com os punhos no ar e, aproveitando essa energia explosiva, tocaram “ThrowntotheFire” e “KingdomofConspiracy”.

Ross Dolan perguntou se todos estavam se divertindo e disse que era um prazer tocar em São Paulo novamente após tanto tempo. Eles haviam passado por aqui em 2012. E, antes de tocar “DestructiveCurrent”, presente no último álbum, ele perguntou se todos já haviam escutando, e, após receber muito barulho como resposta, deu início à destruição sonora.

Os fãs, suados e extasiados ouviram de Ross Dolan: “Esta aqui é para o público oldschool. IntoEverlastingFire”. Foi o ápice. Todos cantaram juntos e intensificaram ainda mais a roda. Que brutalidade!

Logo depois, tocaram “DenofThieves” do EP “Hope and Horror”, lançado em 2007. E também, “Fosteringthe Divide”. Antes de encerrar o espetáculo, Ross Dolan agradeceu à Tumba Produções por realizar o show e aos fãs, pelos 30 anos de apoio a banda.

Sem palavras para expressar a intensidade e o alto nível técnico destes músicos. Todos que tocaram no domingo foram incríveis, mas Immolation é uma banda excepcional, portanto, não ouse perder a próxima oportunidade de vê-los em ação.

IMMOLATION

The Distorting Light
When the Jackals Come
Father, You’re Not a Father
Swarm of Terror
Majesty and Decay
Once Ordained
Thrown to the Fire
Kingdom of Conspiracy
Destructive Currents
Into Everlasting Fire
Den of Thieves
Fostering the Divide
Immolation

Notícias · Shows



Deixe seu comentário / Leave your comment





1 User Online
 
ONSTAGE - Official Website - All Rights Reserved 2017