ONSTAGE - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com

QUICKSAND ::: 02/06/18 ::: FABRIQUE CLUB
Postado em 06 de junho de 2018 @ 00:15 | 144 views


Texto : Emerson Silva

Fotos: Flavio Santiago

Agradecimentos: Erick Tedesco e Powerline

Uma das bandas cultuadas pelo seu legado nos anos 90 finalmente veio se apresentar no Brasil. O Quicksand lançou apenas dois álbuns na década de 90 e encerrou suas atividades, mas sua sonoridade influenciou muitas bandas, entre elas o Deftones, que hoje o baixista Sergio Vega integra paralelamente ao Quicksand.

A banda excursiona divulgando seu terceiro álbum, o ótimo “Interiors” lançado em 2017. Apesar de ser sua primeira passagem pelo Brasil, deve-se destacar a coragem dos produtores já que é difícil prever a popularidade de uma banda que voltou recentemente após um hiato de tantos anos e que tem uma discografia relativamente pequena, especialmente em um sábado de feriado prolongado em uma cidade que ainda sofria consequências da greve dos caminhoneiros. Mas a banda provou seu status de cult por aqui e encheu o Fabrique Club com um público que claramente se emocionava em finalmente vê-los ao vivo.

 

A abertura ficou por parte do Eu Serei a Hiena, banda formada por Juninho, baixista do Ratos de Porão e Fausto Oi nas guitarras, Wash de Souzano baixo e Nino Tenório na bateria, banda que também retorna após um bom tempo parada. Fazendo um som instrumental influenciado por Fugazi e Seaweed, a banda fez um belo show de abertura que serviu de aquecimento para o público ansioso pelo Quicksand.

 

Com um pequeno atraso (que serviu para aumentar ainda mais a ansiedade mencionada a pouco), os nova iorquinos subiram ao palco, começando com Omission do seu primeiro álbum e emendando UndertheScrew de seu álbum mais recente, algo  que se desenvolveu  durante todo o setlist que mesclou músicas dos três álbuns da banda. Vale lembrar que o retorno não conta com a participação do guitarrista Tom Capone, porém sua ausência não foi muito sentida, pois Sergio Vega tocava baixo em algumas músicas e guitarra em outras preenchendo muito bem tal ausência, mesmo nas músicas mais antigas. Com os vocais e a guitarra de um animado Walter Schreifels e a bateria precisa de Alan Cage em perfeita sintonia, dava a impressão que a banda nunca parou, tamanha a afinidade entre eles.

O setlist ainda teve o acréscimo de última hora da bela “Landmine Spring”, um bônus em um show repleto do melhor do material da banda.

 

Certamente esse show será sempre lembrado pelo fãs presentes. O Quicksand mostrou entrosamento e empolgação e provando porque carrega o status de uma banda tão influente, com sua sonoridade única e sua performance arrebatadora. Simplesmente um show histórico.

 Setlist:

Omission

UndertheScrew

FireThis Time

Illuminant

Fazer

Too Official

Lie &Wait

Delusional

WarmandLow

Normal Love

Blister

Unfulfilled

Brown Gargantuan

Cosmonauts

Shovel

Thorn in MySide

Head To Wall

Dine Alone

Landmine Spring

Skinny (It’sOverflowing)

 

CONFIRA GALERIA DE FOTOS

 

Notícias · Shows



Deixe seu comentário / Leave your comment





1 User Online
 
ONSTAGE - Official Website - All Rights Reserved 2017